sábado, 12 de maio de 2007

[corrente] meme

Guimaraes Guimarães Braga Vizela Porto Blog Blogue Ocio Ócio Cultura Urbano Urbana Zine Magazine Artes Plásticas Plasticas Musica Música Tendências Tendencias Guia Spicka Spika Spica Berço Ana Concertos Concerto Blitz Fotografia Cinema Arquitectura Arte CCVF Vila Flor Cultural Theatro Circo Casa Artes Darfur Pobreza Meme Cadáver Genocídio
Cadáver do Conflito de Darfur.

A pobreza jamais foi desfeita
com o ócio ou com a preguiça.


Miguel de Cervantes


Meme, recebido e devolvido ao Mater Matuta.
Transmito ao Diuner Alter Ego de Guimarães, Idolátrica, A Divina Desordem, Ruptura Vizela, Mesa da Ciência, Em Barcelona, Bionico, Zuminho, Mundo Urbano, Vimaranes e Poluménia.

7 comentários:

electriklife disse...

bem aproveitada a frase :)

José Pedro Ribeiro disse...

O que é isto?

jatozzz disse...

tenho vergonha de perguntar, mas vais ter de me explicar como se fosse muito, muito burro...

Spicka disse...

Pelo que percebi, e foi pouco também, MEME é considerado como uma unidade de informação que se multiplica de cérebro em cérebro, ou entre locais onde a informação é armazenada (como livros) e outros locais de armazenamento ou cérebros. No que respeita à sua funcionalidade, o meme é considerado uma unidade de evolução cultural que pode de alguma forma autopropagar-se. Os memes podem ser ideias ou partes de idéias, línguas, sons, desenhos, capacidades, valores estéticos e morais, ou qualquer outra coisa que possa ser aprendida facilmente e transmitida enquanto unidade autónoma.

Ou seja, escolham uma imagem, frase, citação, ideia..., publiquem no blogue e escolham outros blogues para que façam o mesmo.

As minhas escolhas forma para aqueles bloggers que mais aprecio, aqueles que me interessa saber o que transmite. :)

Spicka disse...

Texto do comentário anterior em itálico: fonte: wipédia.

José Pedro Ribeiro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
José Pedro Ribeiro disse...

Spicka: eu não gosto nada de correntes. Nada mesmo! Não é obrigação, pois não? Sempre que me chegam pelo correio coisas dessas, apago-as logo, principalmente quando vêm com ameaças de grandes azares (o que não é este caso, claro).
De qualquer maneira, sensibilizou-me o facto de me ter escolhido. Obrigado!
José Pedro
Ups! Enganei-me no blogger!