quarta-feira, 21 de março de 2007

[efeméride] dia mundial da poesia

Hoje é dia mundial da poesia. Para assinalar a efeméride, escolhi um dos poemas mais conhecidos de Bernardo Soares (heterónimo de Fernando Pessoa). É lindo, e fala dos poetas.

Autopsicografia
por Bernardo Soares

O poeta é um fingidor.
Finge tão completamente
Que chega a fingir que é dor
A dor que deveras sente.

E os que lêem o que escreve,
Na dor lida sentem bem,
Não as duas que ele teve,
Mas só a que eles não têm.

E assim nas calhas de roda
Gira, a entreter a razão,
Esse comboio de corda
Que se chama coração.

As efemérides servem, no meu entender, para recordar, rever ou reflectir determinado assunto. Hoje, por falar em poesia, tenho sempre na memória António Lobo de Carvalho. Para quem não conhece, este poeta satírico nasceu em Guimarães em c. 1730. Diuner de Guimarães (que neste momento se encontra do outro lado do mar), organizou uma antologia da obra deste desconhecido poeta. Descubram!

1 comentário:

Rui Luís Lima disse...

olá

se gostas de cinema vem visitar-nos em

www.paixoesedesejos.blogspot.com

todos os dias falamos de u filme diferente

paula e rui lima